segunda-feira, março 22

À conversa com... valter hugo mãe

valter hugo mãe vai estar na Arquivo no próximo dia 25 de Março, pelas 18h30 para uma conversa a propósito do seu último livro, a máquina de fazer espanhóis, e outras coisas mais, como a revista Arquivista! a não perder!

Apresentação do livro

23 de Março terça 18h30

Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa,
de Paulo Feytor Pinto

pelo presidente da Associação de Professores de Português Paulo Feytor Pinto.

A sessão contará com a presença de José Brites Ferreira,
Coordenador Científico do Curso de Educação Básica/P.E.B. 1.º Ciclo,
da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, do Instituto Politécnico de Leiria

Acerca do Livro:
Neste livro apresentam-se todas as regras de ortografia em vigor em Portugal segundo o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, de 1990. Tal significa que inclui as regras que constituem novidade e que, por isso, estão devidamente assinaladas a vermelho, mas também as regras que se mantém inalteradas. Além disso, diante da possibilidade de dupla grafia no conjunto de países de língua oficial portuguesa, apresenta-se aqui a ortografia a utilizar em Portugal, em contextos formais, de acordo com a pronúncia da norma culta do português europeu, baseada no dialeto de entre-Lisboa-e-Coimbra, de acordo com o dicionário da Academia de Ciências de Lisboa.
A nova ortografia introduz novidades em apenas três áreas fundamentais: a utilização do C e do P em certas sequências de consoantes; a utilização do hífen; e a (não) colocação de acento em palavras acentuadas na penúltima sílaba.
Há ainda duas alterações com menor impacto: a utilização de minúsculas nas designações de dias da semana, meses, pontos cardeais e estações do ano, e a introdução das letras K, W e Y no alfabeto mantendo-se, porém, as regras de utilização anteriormente em vigor. Como o texto regulador não esclarece todos os detalhes da aplicação das novas regras é fundamental a publicação do vocabulário já muito prevista e aguardada.


Paulo Feytor Pinto é presidente da Direcção da Associação de Professores de Português. Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (UPorto, 1985), com Pós-Graduação em Sociologia e Economia do Espaço Lusófono (ULusófona, 1995), Mestrado em Relações Interculturais (UAberta, 1999) e Doutoramento em Política de Língua (UAberta, 2008).
Redactor do Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea é também formador Acreditado pelo CCPFC (ME).
Publicou, entre outros, Formação para a Diversidade Linguística na Aula de Português. Lisboa: IIE (1998) e Como Pensamos a Nossa Língua e as Línguas dos Outros. Lisboa: Estampa (2001).

quarta-feira, março 10

Curso de JORNALISMO LITERÁRIO
reproduzir a realidade em texto.
Orientado por
José Vegar.
Livraria ARQUIVO 27 de Março 2009

O jornalismo literário – ofício, arte e ciência em simultâneo – é uma ferramenta que funde uma pesquisa no terreno rigorosa com o domínio das técnicas narrativas, permitindo reproduzir num texto uma história que aconteceu.
Ao participar neste curso vai trabalhar de forma desenvolvida os métodos de investigação e as técnicas narrativas necessárias para a construção de um texto de jornalismo literário. Em relação aos primeiros, procuraremos conhecer e aplicar os modos de aceder a uma realidade. Em relação às segundas, procuraremos aprender como transportar essa mesma realidade para um texto equilibrado e atraente.
Este curso é dirigido a todos aqueles com curiosidade pelas histórias do Mundo de que fazem parte, e que possuem um interesse particular em as contar. Interessante e útil, mesmo para quem não esteja interessado em fazer do jornalismo vida, basta apenas ter gosto e prazer na escrita ou, até, que desenvolvam actividade profissional em que a escrita seja um instrumento primordial.

José Vegar nasceu em 1969, e trabalhou como repórter e jornalista de investigação em vários jornais e revistas nacionais, como o “Expresso” e a “Grande Reportagem”, entre 1989 e 2000. Publicou, no campo da ficção, “Cerco a Um Duro” e “A Balada do Subúrbio” e, na não–ficção, “Serviços Secretos Portugueses” e “O Inimigo sem Rosto, fraude e corrupção em Portugal”, juntamente com Maria José Morgado.

Horário: Das 10h às 13h Das 14h30 às 18h00
Preço: 50,00€ Número de inscrições: 15 Data limite de inscrições: 25 de Março
Local: Livraria Arquivo – Av. Combatentes da Grande Guerra, 53, Leiria
Mais informações: Paula Carvalho 244 822 225 agenda@arquivolivraria.pt

As inscrições poderão ser feitas ao balcão da Livraria Arquivo, por telefone e por e-mail, só sendo consideradas válidas após oficialização do pagamento, que poderá ser efectuado ao balcão ou por transferência bancária para através do Nib Livraria Arquivo : 0035 2044 00043076930 03. Agradecemos o envio do comprovativo da transferência para agenda@arquivolivraria.pt.
Livraria Arquivo
Av. Combatentes da Grande Guerra, 53, 2400 -123 Leiria Telf. 244 822 225 fax. 244 828 091
www.arquivolivraria.pt www.arquivolivraria.blogspot.com
horário : segunda a sábado:10h-20h30 domingos e feriados: 14h30-19h30

Sessão de autógrafos com Daniel Pink na Livraria Arquivo

Daniel H. Pink é um dos oradores do Forum Inovação Futuro, uma iniciativa no âmbito das comemorações dos 25 anos do Jornal de Leiria, que vai decorrer no próximo dia 17 de Março, durante a manhã, no auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria, em Leiria.
À tarde, a partir das 18h, Daniel Pink estará na Livraria Arquivo
para uma sessão de autógrafos.
Para mais informaçãoes sobre Forum Inovação e Futuro,

O livro de Gestão preferido de Thomas L. Friedman


DESIGN. HISTÓRIA. SINFONIA.
EMPATIA. DIVERSÃO. SENTIDO.
OS SEIS PILARES DO SUCESSO
PESSOAL E PROFISSIONAL

«Uau! A Nova Inteligência é um daqueles
raros livros que marca um ponto de viragem.»
SETH GODIN, autor de Tribos
«Para os que querem ginasticar os músculos
da criatividade, este livro está repleto
de exercícios e recursos»
Harvard Business Review

DESCUBRA O QUE É PRECISO
PARA FAZER A DIFERENÇA.
ESTÁ TUDO NO LADO DIREITO
DO CÉREBRO.

O tempo do «domínio do hemisfério esquerdo do cérebro» acabou, reduzindo a importância das profissões mais tradicionais. O futuro pertence a um tipo diferente de pessoas, com uma nova inteligência: os designers, os inventores, os professores, os contadores de histórias - individuos criativos e empáticos, cujo raciocínio privilegia o lado direito do cérebro. É essa capacidade que marca hoje a diferença entre o êxito e o fracasso.
Baseando-se em numerosos estudos, Daniel H. Pink esquematizou seis aptidões humanas básicas que se tornaram fundamentais para o sucesso profissional e a relaização pessoal, explicando como é possível dominá-las, através de simples exercícios.
Desde um clube do riso em Bombaim, a uma escola americana de design, passando por uma aula sobre como detectar um sorriso falso, A Nova Inteligência conduz o leitor a uma nova dimensão mais arrojada, oferecendo uma provocante e inovadora forma de pensar.

DANIEL H. PINK é hoje uma referência no mundo da Gestão e do Comportamento. Autor de três livros traduzidos em dezenas de países, Pink é colaborador regular do New York Times, Harvardo Business Review, Fast Company, CNN, CNBC, ABC, e participa em inúmeras conferências e palestras sobre inovação, transformação económica e novas formas de trabalho.
O seu último «verdadeiro» emprego foi na Casa Branca como responsável pelos discursos do vice-presidente Al Gore, entre 1995 e 1997. É licenciado em Direito pela Universidade de Yale mas garante que, «felizmente*, nunca exerceu.

segunda-feira, março 8

Sábado vai haver história


E o de Março é.... "Invisível"




Invisível
Paul Auster
Editora: Asa
PVP (antes): 13,00€
Preço Livro do Mês (agora) : 10,40€

“Invisível é provavelmente o melhor romance de Paul Auster até à data”.
Kirkus Reviews

Sinopse:
Sinuosamente construído em quatro pontes entrecruzadas, o décimo quinta romance de Paul Auster começa em Nova Iorque, na Primavera de 1967, quando o jovem aspirante a poeta Adam Walker conhece Rudolf e Margot, um enigmático casal francês. O perverso triângulo amoroso que rapidamente se forma conduz a um chocante e inesperado acto de violência cujas consequências são irreversíveis.
Três narradores contam uma história que se desloca no tempo, de 1967 a 2007, e no espaço, à medida que viaja entre Nova Iorque, Paris e uma ilha remota nas Caraíbas. Invisível está imbuído de fúria, de sexualidade desenfreada e de uma busca implacável por justiça. É uma viagem através das fronteiras sombrias entre a verdade e a memória, criação e identidade. Uma obra inesquecível para mão de um dos nomes cimeiros da literatura dos nossos dias.

Acerca do autor:
Escritor, argumentista, tradutor, ensaísta, realizador, marinheiro, inventor de um curioso jogo de cartas e muito mais, Paul Auster é considerado um nome cimeiro da literatura dos nossos dias. Nascido em 1947 em Newark, frequentou a Universidade de Columbia e residiu durante quatro anos em França, antes de se radicar em Nova Iorque, onde vive com a mulher, Siri Hustvedt. Distinguido com o Prémio Príncipe das Astúrias de Literatura 2006, Paul Auster foi nomeado Comendador da Ordem das Artes e das Letras de França em 2007. Em 2003 a sua obra Leviatham recebeu o prémio Médicis para o melhor romance estrangeiro. As Loucuras de Brooklyn recebeu em 2006 o prémio Qué Leer dos Leitores para o melhor romance estrangeiro, distinção também dada a A Noite do Oráculo em 2004. A sua obra encontra-se traduzida em trinta línguas.

Crítica:
Invisivel” representa a maturidade plena de um autor cativante. [...] Provavelmente o melhor romance de Paul Auster da presente década, “Invisivel” é também uma das obras mais arrojadas e complexas da bibliografia deste autor, de regresso ao melhor nível” Sérgio Almeida, Jornal de Notícias.

sexta-feira, março 5

Agenda de Março

Daniel Pink, uma referência internacional no mundo da gestão e do comportamento, vai estar na Livraria Arquivo para uma sessão de autógrafos, dia 17 de Março, a partir das 18h, a propósito da sua vinda a Leiria para participar no Forum Inovação e Futuro, organizado pelo Jornal de Leiria.
E, para quem tem curiosidade pelas histórias do mundo de que faz parte, e que possui um interesse particular em as contar, aconselha-se o workshop “Jornalismo Literário: reproduzir a realidade em texto”, orientado pelo jornalista José Vegar, dia 27 de Março.

agenda Março
apresentação
Sessão de apresentação da obra de João Carlos Pereira
(trilogia dos livros "Momentos", "Biombos" e "Komplex")
data: quinta 4 de Março 18h30

hora do conto
Animação da história infantil “O Sapo é um Herói”, de Max Velthuijs
Animadora: Liliana Gonçalves
data: sábado 13 de Março 16h30

sessão de autógrafos
Sessão de autógrafos com Daniel Pink
autor do livro “A Nova Inteligência”
data: quarta 17 de Março 18h00

“Conversas entre Pais”
"Quem tem medo do lobo mau..."
Medos: falar e concretizar (coisificar); a importância da dualidade Bom/Mau; ansiedade - obsessões e compulsões.
Dinamizadores: João Lázaro Clínica de Psicologia
* sujeito a inscrição prévia.
data: sábado 20 de Março 14h30


à conversa com
À Conversa com... Paulo Feytor Pinto
a propósito do livro “Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa”
data: terça 23 de Março 18h30

workshop
“Jornalismo Literário: reproduzir a realidade em texto”
Orientado por José Vegar
data: sábado 27 de Março
* sujeito a inscrição prévia.

exposição
“Tempo”, exposição de criações tridimensionais de Helena Zália
Até 8 de Abril


............................................................
Programação da
LIVRARIA ARQUIVO
O Instituto Politécnico de Leiria apoia a agenda cultural da Livraria Arquivo.
Apoios: Te-ato, grupo de teatro de Leiria; Portal Orelhas; João Ratão.

Livraria Arquivo
Av. Combatentes da Grande Guerra, 53, 2400 -123 Leiria Telf. 244 822 225 fax. 244 828 091 email: agenda@arquivolivraria.pt (Paula Carvalho) www.arquivolivraria.pt www.arquivolivraria.blogspot.com
horário : segunda a sábado:10h-20h30 domingos e feriados: 14h30-19h30

terça-feira, março 2

E foi assim...








Sábado de temporal a convidar a não por um pé fora de casa, mas mesmo assim foram muitos os que encheram a Livraria Arquivo para assistir à sessão de live cooking de Chakall e apresentação do livro "Quatro Estações", acompanhada de uma degustação dos vinhos "Olho de Mocho" Rosé 2008 e "Rocim" Tinto 2006, produzidos pela Herdade do Rocim. O calor e a alegria de Chakall dominaram este fim de tarde na Arquivo, que contou ainda com a ajuda de André (sim, provavelmente já o conhecem de "A Cozinha de Mestre André", na SIC K) e Catarina Vieira, da Herdade do Rocim. (Um obrigado grande à Fátima Simões pelas fotografias).

video