sexta-feira, dezembro 4

Já chegou o de Dezembro...

clique para ampliar Todos os meses um livro diferente, sempre a um preço muito especial!

“Ao ler o livro, é inevitável pensar no Machado de Assis de Dom Casmurro e de Memórias Póstumas de Brás Cubas – este último por conta do enredo em que aparentemente não acontece nada e nenhuma narrativa se estabelece como determinante. O diálogo eficiente com o maior escritor brasileiro dá a medida do triunfo literário que é este novo romance de Chico Buarque”
Heitor Ferraz, Revista Bravo!


“Leite Derramado é o mais hábil e inspirado romance que [Chico Buarque] já escreveu [...] A qualidade de Leite Derramado – um dos mais importantes romances lançados no país nesta primeira década do século XXI – desmonta, de vez, as superstições e preconceitos que deformam a sua figura de escritor. Chico não é só um músico de sucesso que faz literatura. Ele está entre os grandes narradores brasileiros contemporâneos [...]. Leite Derramado despeja sobre o leitor, é verdade, uma profunda tristeza. Mas é uma tristeza fértil, que nos ajuda a matizar os grandes actos da história.”
José Castelo, O Globo

“Leite Derramado é um livro maior, em que Chico Buarque dá um passo além de Budapeste e alcança na ficção a mesma potência vernáculo e imaginativa de suas melhores canções [...]. Chico Buarque escreveu um romance poderoso sobre o amor e a posse, a memória e a história”
Samuel Titan Jr., O Estado de S. Paulo


“Leite Derramado é um livro divertido, que se lê de um estirão[...]. Sem saudosismo nem adesão subalterna ao que está aí, a invenção realista de Chico Buarque é uma soberba lufada de ar fresco”
Roberto Schwarz, Folha de S. Paulo

Acerca do livro:
Um homem muito velho está num leito de hospital. Membro de uma tradicional família brasileira, ele desfia, num monólogo dirigido à filha, às enfermeiras e a quem quiser ouvir, a história da sua linhagem, desde os ancestrais portugueses, passando por um barão do Império, um senador da Primeira República, até ao tetraneto, um jovem do Rio de Janeiro actual. Uma saga familiar caracterizada pela decadência social e económica, tendo como fundo a história do Brasil dos últimos dois séculos.


Acerca do autor
Chico Buarque de Holanda nasceu no Rio de Janeiro, em 1944. Cantor, compositor e escritor, publicou as peças Roda Viva (1968), Calabar (1973), Gota d’água e Ópera do Malandro (1979); é ainda autor da novela Fazendo modelo (1974) e dos romances Estorvo (1991), Prémio Jabutti 1992, Benjamim (1995), Budapeste (2003), Prémio Jabutti 2004, e Leite Derramado (2009), o seu mais recente romance.
Budapeste foi adaptado ao cinema num filme realizado por Walter carvalho, onde participaram os actores Nicolau Breyner e Ivo Canelas.

Mas antes ainda haverá uma "Conversa entre Pais"

clique para ampliar

é já amanhã... Mário Zambujal e Herdade do Rocim na Arquivo

clique para ampliar

Em Dezembro...

clique para ampliar

quarta-feira, novembro 25

Já conhece o de Novembro?


Todos os meses, uma sugestão de leitura diferente, sempre com um preço especial.

A Mulher Certa
Sándor Márai
Editora: Dom Quixote


Uma tarde, numa elegante cafetaria de Budapeste, uma mulher relata a uma amiga como certo dia, por causa de um vulgar acidente, descobriu que o seu marido estava entregue de corpo e alma a uma paixão secreta que o consumia desde e como desde esse momento tentara, em vão, reconquistá-lo. Na mesma cidade, uma noite, o homem que foi seu marido confessa a um amigo como deixou a sua esposa pela mulher que desejava há anos, para depois se casar com ela a perder para sempre. De madrugada, numa pequena pensão romana, uma mulher conta ao seu amante como ela, de origem humilde, casou com um homem rico, e como o casamento sucumbiu ao ressentimento e à vingança. Como marionetas sem direito a exercerem a sua vontade, Marika, Péter e Judit narram a falência das suas relações com o realismo cruel de quem considera a felicidade uma ilusão inalcansável. Neste romance encontramos as páginas mais íntimas e arrojadas, as mais sábias, de Márai. A sua descrição do amor, da amizade, do ciúme, da solidão, do desejo e da morte apontam directamente ao cento da alma humana. Em 1941, Márai publicou Az Igazi [A Mulher Certa], um romance composto por dois longos monólogos; para a edição alemã de 1949 (Wandlungen der Ehe), o autor adicionou uma terceira parte, escrita durante o seu exílio em Itália; em 1980 rescreveu uma terceira parte, à qual adicionou um epílogo, dando-o à estampa com o título Judit...és az utóhang [Judit... e um epílogo]. A presente edição reúne as quatro partes que constituem o romance.

Sándor Márai (n.1900, Hungria) passou um período de exílio voluntário na Alemanha e em França durante o regime de Horthy, nos anos 20, até que abandonou o seu país emigrando para os EUA, em 1948, com a chegada do regime comunista. A subsequente proibição da sua obra na Hungria fez cair no esquecimento quem nesse momento era considerado um dos escritores mais importantes. Foi preciso esperar até à queda do regime comunista, para que este extraordinário escritor fosse redescoberto no seu país e no mundo inteiro.
Sándor Márai suicidou-se em 1989, em San Diego, poucos meses antes da queda do muro de Berlim.

quarta-feira, outubro 28

Teatro, Livros e Jorge Silva Melo na Arquivo

Os Artistas Unidos, em colaboração com o Te-Ato realizam os últimos ensaios de ANA, de José Maria Vieira Mendes na Sala Salazar Sampaio, em Leiria (ensaios abertos ao público em 29. 30 e 31 de Outubro) às 15 e às 20.30.O espectáculo será depois ante-estreado em Guimarães (6 de Novembro no Centro Cultural Vila Flor) e Coimbra ( 7 de Novembro, Teatrão). ANA chegará a Lisboa (ao CCB). a 13 de Novembro.

Quinta, 29 de Outubro, 18h30, na Livraria Arquivo
Irá decorrer um encontro com leitores sobre livros de teatro
e a apresentação do livro ANA, de José Maria Vieira Mendes,
com a presença de Jorge Silva Melo.

Próximos cursos

Financiamento de Projectos Culturais através do Patrocínio e Mecenato
Orientado por Rui Matoso
31 de Outubro e 1 de Novembro
Objectivo: Conhecer as metodologias e os processos necessários à angariação de financiamento através de Patrocínio e Mecenato Cultural.
Destinatários Organizações culturais públicas ou privadas: associações, cooperativas, fundações e outras instituições; estudantes e todas as pessoas interessadas em desenvolver projectos sustentáveis em diversas áreas sectores.

Metodologia:O curso é constituído por uma grande parte expositiva com apresentação de “casos de estudo”, seguida de um espaço de debate, conferindo-se grande importância à participação e à experiência particular dos participantes e dos seus projectos culturais específicos.

Conteúdos Programáticos:
1 – Introdução
a-) Definições de Marketing;
b-) O Marketing Cultural nas empresas;
c-) O Mercado de Marketing e de Financiamento.
2 – Patrocínio de Projectos Culturais
a-) Principais objectivos de Marketing Cultural das empresas;
b-) Pesquisa e adequação de propostas;
c-) Etapas da construção de um projecto de Patrocínio;
d-) Organização e redacção da proposta de patrocínio (caderno(dossier de patrocínio);
e-) A Avaliação ex-ante e a avaliação ex-post (na perspectiva dos patrocinadores);
f-) A Negociação
g-) Estrutura base de um contrato de patrocínio
3 – Diferenças entre patrocínio e mecenato
4 – Mecenato Cultural
a-) Definição e tipos de mecenato
b-) Objectivos do Mecenato
c-) Lesgislação do Mecenato
d-) A dedução fiscal dos donativos
e-) O processo de Mecenato.
Formador: Rui Matoso é gestor e programador cultural, autor de diversos ensaios e artigos sobre arte e cultura, é director da revista Espaço Público editada pela Cooperativa de Comunicação e Cultura, onde vem programando diversas actividades. É membro da direcção da Associação Agostinho da Silva onde coordena o projecto “Portal Agostinho da Silva, um pensamento a descobrir!” Mestre em Práticas Culturais para Municípios, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, tendo anteriormente realizado uma formação avançada (pós-graduação) em Gestão Cultural na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. É formador certificado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (CAP).
Data: 31 de Outubro e 1 de Novembro (sábado e domingo)
Horário: Das 10h30 às 13h00; das 14h30 às 19h00
Duração: 14 horas
Preço: 90,00€
Informações:Paula Carvalho Livraria ARQUIVO Av. Combatentes da Grande Guerra, 53 2400-123 Leiria Telefone: 244 822 225 Fax: 244 828 091 E-mail : agenda@arquivolivraria.pt

Escrita Criativa para Guiões de Cinema
Orientado por Cláudia Clemente
14 de Novembro


Objectivo: Desbloquear a criatividade de cada participante, explorar os seus universos criativos, pessoais, desenvolver a sua capacidade de conceber uma narrativa de forma visual e a de transmitir com clareza.Destinatários: Todos os interessado pelas áreas da literatura, escrita e artes visuais, em particular pelo cinema.
Conteúdos:
Da ideia ao Guião:
etapas do processo da escrita de argumentos, alguns conceitos de base - storyline, sinopse, etc.;
estrut
ura clássica da narrativa;
caracterização de personagens;
exercícios práticos de escrita de ficção;
curtas-metragens e outros formatos.
Formadora:
Claudia Clemente nasceu no Porto, em 1970. Licenciou-se em Arquitectura na F.A.U.P, em 1995. Estudou cinema em Barcelona nos anos 90 e terminou em Lisboa, em 2007, o curso de Realização Cinematográfica da Restart. Em 2003 publicou o seu primeiro livro de contos, “O Caderno Negro”.
Em 2006 concluiu o curso de Escrita de Argumentos para Longas-metragens da Gulbenkian, com a London Film School. Escreveu, produziu, realizou e montou, as curtas metragens “A mulher morena”, “A fábrica” e “A outra”. Em 2007 realizou e montou o seu primeiro documentário, “& etc”, que obteve o Prémio Tobis para a melhor curta-metragem nacional no Doc Lisboa’07, bem como o prémio Caixa Geral de Depósitos para o melhor filme nacional no IMAGO’07. (mais informação em
http://www.claudiaclemente.org/).
Data: 14 Novembro (sábado)
Horário: Das 10h00 às 13h00; das 14h30 às 19h00
Duração: 7 horas
Preço: 55,00 €
Informações: Paula Carvalho
Livraria ARQUIVO Av. Combatentes da Grande Guerra, 53 2400-123 Leiria Telefone: 244 822 225 Fax: 244 828 091
E-mail :
agenda@arquivolivraria.pt www.arquivolivraria.pt
As inscrições poderão ser feitas ao balcão da Livraria Arquivo, por telefone e por e-mail, só sendo consideradas válidas após oficialização do pagamento, ao balcão ou por transferência bancária para através do Nib Livraria Arquivo : 0035 2044 00043076930 03 .

quarta-feira, outubro 7

A Sombra do Vento - Livro do Mês na Livraria Arquivo com 20% desconto

clique para ampliar
Novidade
Livro do Mês [Outubro] Livraria Arquivo
A Sombra do Vento
Carlos Ruiz Zaffon
Editora: Dom Quixote

PVP: 22,00€
Preço livro do mês: 17,6€

"Daniel, não podes contar a ninguém aquilo que vais ver hoje...
Mais de 8.000.000 de leitores em todo o mundo não conseguiram guardar este segredo!

A Sombra do Vento é um mistério literário passado na Barcelona da primeira metade do século XX, desde os últimos esplendores do Modernismo até às trevas do pós-guerra. Um inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, num crescendo de suspense que se mantém até à última página.
Numa manhã de 1945, um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: O Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona. Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, "A Sombra do Vento" é sobretudo uma trágica história de amor cujo eco se projecta através do tempo.

Prémios: Espanha: Prémio da Fundação José Manuel Lara ao livro Mais Vendido; Prémio dos Leitores do Jornal Lá Vanguardia; Prémio Protagonistas. Estados Unidos da América: Borders Original Voices Award; Gumshoe Award, New York; Public Library Book to Remender; BookSense Book of the Year (Honorable Mention); Barry Award, Joseph-Beth and Davis-Kidd Booksellers Fiction Award; França: Prémio ao Melhor Livro Estrangeiro; Prix do Scribe; Prix Michelet; Prix de Saint Emilion; Holanda: Prémio dos Leitores; Noruega: Bjornson Order al Mérito Literário; Canadá: Prémio dos Livreiros do Canadá /Quebec; Prémio Literário Correntes d'Escritas 2006.



Vem ouvir a história de Leiria contada pela Zarah, a moura encantada


Vem divertir-te e assistir à animação do livro
"Zarah a Moura Encantada de Leiria, Uma História de Sempre".
No final ficarás a conhecer o escritor Orlando Cardoso e poderás receber um autógrafo.
Não percas!

sexta-feira, setembro 25

O tão esperado regresso de Dan Brown...


O Símbolo Perdido, Dan Brown


Reserve já
o seu exemplar numerado!


Edição limitada e exclusiva
apenas para pré-reservas até ao dia 15/10/09.




terça-feira, setembro 22

Ciclo "Conversas entre Pais"

clique para ampliar
Conversas entre Pais
é um espaço onde pais, educadores,professores e técnicos poderão conversar sobre a formação e educação de crianças e adolescentes. Em cada sessão haverá um tema a partir do qual a conversa fluirá, sempre com a participação e o contributo de todos.
Poderá inscrever-se apenas nas sessões que forem do seu interesse.
As sessões serão mediadas por Catarina Grosso, Psicóloga e Mestra em Psicologia Clínica pelo ISPA, Joana de Sousa, Psicóloga Clínica pela FPCE-UL, Mestranda em Psicologia Clínica no Instituto Superior Miguel Torga em parceria com Instituto Politécnico de Leiria e João Lázaro, Psicólogo Clínico Supervisor, pela FPCE-UC.

26 de Setembro – 14h30
Sessão de apresentação – entrada livre.
(as restantes sessões estão sujeitas a inscrição prévia)


Temas a abordar ao longo das Conversas:

24 de Outubro
“ PAIS DESESPERADOS...
… MUNDOS DESENCONTRADOS”
• Exigências dos mundos/ miúdos actuais
o A família: Novos modelos de organização familiar
o A comunidade: Novas redes de apoio social
o A comunicação: Novos meios de comunicação (ou não?!)

14 de Novembro
“LEVA O REI NA BARRIGA...
… SENTA-SE UM TIRANO À MESA”
• Casal vs. Casal parental
• Rotinas e Rituais (Ex:. Dormir)
• Aprender e respeitar o estar sozinho
• Independência e Autonomia
• Segurança, Previsibilidade e Confiabilidade

5 de Dezembro
“XIXI NA CAMA....
… COCÓ NO CHÃO, QUE CONFUSÃO!!!”
• Controlo dos esfíncteres.

16 de Janeiro - 2010
“BATE O PÉ NO CHÃO E FAZ UMA CANÇÃO...
… ESPERNEIA NO AR, APRENDE A DANÇAR”
Birras
o Auto-controlo e resistência à frustração (de pais e filhos);
o “Não.”: o início do auto-conceito, autonomia e intimidade.


20 de Fevereiro
“SPA”
• Partilha e expressão de emoções
o Sentir, pensar e agir
o Ensinar / Espelhar sentimentos
o Metáforas
o Inteligência Emocional e a Incapacidade aprendida.


20 de Março
“QUEM TEM MEDO DO LOBO MAU...?”
• Medos
o Falar e concretizar (coisificar)
o A importância da dualidade Bom/Mau
o Ansiedade – Obsessões e compulsões
.

17 de Abril
“SWEET (SIXTEEN) …
… FOURTEEN”
Pubescência, adolescência
o Tarefas
o O Grupo
o A Família


15 de Maio
“ … … …
… SABES O QUE ESTOU A PENSAR!?”
Comunicar / Imaginar
• O mundo interno
• Neuroses e psicoses

12 de Junho
“ ½ + ½ = 1 <=> 1 + 1 = 3 V 4”
Educação sexual
• Identidade sexual


25 de Setembro
“... E VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE...”
Divórcio
o Fases e tarefas
o Reestruturação familiar


23 de Outubro
“JÁ DIZIA A MINHA AVÓ...”
A família a três compassos
o Avós, Pais e Filhos


20 Novembro
“PERDIDOS NO TRIÂNGULO DAS BERMUDAS...”
Relação Escola – Pais – Filhos
• Violência na e da escola

4 de Dezembro
“ADOPTAR OU NÃO ADOPTAR...
… EIS A QUESTÃO?”
A lei portuguesa;
• A importância da história de vida

Número de vagas em cada sessão: 20.
Inscrição: 10,00€ por sessão.
Caso opte pela inscrição na totalidade das sessões: 110,00€
Inscrições a partir 26 de Setembro ao balcão da Livraria Arquivo.

Apoio: João Lázaro Clínica de Psicologia.

sexta-feira, setembro 11

Sugestões de leitura Pais e Filhos

clique para ampliar
Agora que as férias já lá vão e se ultimam os preparativos para que o novo ano lectivo comece da melhor forma, aqui vão algumas sugestões de leitura para Pais e Filhos.
Para os mais jovens e para que tudo corra sem grandes sobressaltos, destaque para "Ser bom aluno, 'Bora Lá?".
Boas leituras e votos de um ano lectivo pleno de sucesso!

segunda-feira, setembro 7

A história infantil está de regresso

clique para ampliar

Agenda de Setembro

clique para ampliar
Em Setembro por cá vai ser assim...

hora do conto
Animação da historia infantil "Tino Tonto",
seguida de uma sessão de pinturas faciais
Dinamização: Liliana Gonçalves
data: sábado, 12 de Setembro, 16h30

ciclo "Conversas entre pais"
um espaço para os pais conversarem entre si sobre a formação dos seus filhos.
Moderação: Equipa técnica de João Lázaro Clínica de Psicologia-
Sessão de apresentação
data: sábado 26 de Setembro 14h30

exposição
Inauguração da exposição de pintura de Gonçalo Pena
Exposição patente até 8 de outubro
data: sexta 11 de Setembro 19h


Contamos consigo!

terça-feira, maio 26

Apresentação

A Livraria Arquivo e as Edições Sempre-em-Pé
têm o prazer de o/a convidar para a apresentação do livro

Dispersão Poesia Reunida,
de Nuno Dempster
30 de Maio. sábado . 17h30

A obra será apresentada por Henrique Fialho
e serão ditos por Mercília Francisco alguns poemas do livro
.

O Livro e o Autor:
"Nuno Dempster, nascido em 1944 na Ilha de São Miguel, Açores, inicia com Dispersão Poesia Reunida, um trajecto invulgar na poesia contemporânea. E invulgar, desde logo pela estreia tardia, pela dimensão e pelas características deste volume que, como se explica na Nota que o encerra, inclui poemas escritos ao longo de mais de dez anos, organizados em sete áreas temáticas que bem poderiam constituir-se em livros independentes. Assim agrupados, representam a diversidade dos assuntos que o percorrem e lhe conferem uma dispersão e amplitude hoje pouco comuns. Poesia mais reflexiva que efusiva, encontra o nexo estruturante num discurso muito próprio e na incessante indagação acerca da existência do Homem no tempo pessoal e histórico que lhe é dado viver.O poeta é um viandante, ora fascinado pela diversidade do mundo, ora atormentado pelo sentimento do exílio e da incomunicabilidade. Alienado da infância e espoliado de um direito de pertença que nem a memória lhe permite resgatar, ou só fugazmente, não encontra sentido nesta viagem a que apenas o acaso parece presidir e que se vai convertendo em peregrinação sem repouso nem fim à vista, excepto o que o tempo imporá.Se as aves da infância já não fazem ninho nos dias largos, também o mundo se foi dissociando de ritmos conformes ao homem e à natureza. O devir histórico transformou o planeta num campo de concentração global cuja barbaridade o poeta denuncia, retratando uma humanidade perdida de qualquer propósito. Porque esta é também a poesia de uma consciência comprometida com a sua própria exigência e lucidez.O ciclo da solidão individual pode quebrar-se, e uma harmonia, embora efémera e imperfeita, ser instaurada pelo amor. Mas amador e amada fecham-se ambos sobre si, entrelaçando solidão e estranheza, participando das contradições que afectam o poeta.Depurado e sóbrio, com preferência pela frase longa, pelo verso livre só na aparência, pelo decassílabo e pela acentuação na sexta sílaba, Nuno Dempster parte de uma rica tradição poética de que se revela herdeiro, sem cedências ao comum. Na claridade do seu olhar poético, na música dos seus versos, perpassa um desencanto, uma melancolia subtil porque toda a beleza é efémera ou intocável, toda a comunhão, adiada, o passado sem remédio, e a vida, enfim, uma brevidade sem apelo." Soledade Santos

Já começaram os descontos ...

clique para ampliar
Para celebrar o dia Mundial da Criança (1 de Junho), está a decorrer até 21 de Junho a Festa da Criança e a Feira doLivro Infanto-Juvenil, com descontos entre 15 a 20%, na LIVRARIA ARQUIVO, em Leiria.
Um mês inteiramente dedicado às crianças, para que possam partilhar com pais e professores uma experiência divertida, única e inesquecível. Quem visitar a LIVRARIA ARQUIVO entre 21 de Maio e 21 de Junho poderá encontrar uma feira do livro infanto-juvenil, workshops, leitura de contos e muitas outras actividades que vão trazer muita animação à livraria.
Com esta acção, a Livraria não só pretende assinalar o Dia Mundial da Criança, como também, promover hábitos de leitura, gosto pelas artes e pelo saber.
Marcações de visitas para escolas ou outras instituições através do telefone 244 822 225.

Apareçam!

quinta-feira, abril 30

Maio na Arquivo

clique para ampliar
Aqui fica a nossa agenda de Maio.
Destaque para "à conversa" com Maria Filomena Mónica e para a "Festa das crianças" na nossa livraria.
agenda Maio
hora do conto
Animação da história infantil "A Melrita".
Animadora: Liliana Gonçalves.
data: 9 de Maio sábado 16h30
workshop
Workshop de Gestão do Tempo*
Formadora: Ana Maria Melo
Horário:das 10h30 às 18h
* sujeito a inscrição prévia
data: 16 de Maio sábado
à conversa com...
à conversa com... Maria Filomena Mónica
a propósito do livro "Passaporte: Viagens 1994-2008"
data: 20 de Maio quarta -feira 18h30
exposição
Inauguração da exposição de pintura e desenho de Evelina Oliveira - Secret Dreams
Exposição patente até 18 de Junho
data: 16 de Maio sábado 18h00
Festa da Criança
Feira do livro Infantil e Juvenil na livraria Arquivo
Descontos: 15% a 20%data: 21 de Maio a 21 de Junho
workshop
Workshop de Gestão do Stress*
Formadora: Ana Maria MeloHorário: das 10h30 às 18h
* sujeito a inscrição prévia
data: 30 de Maio sábado
apresentação
Apresentação do livro "Dispersão" de Nuno Dempster
data: 30 de Maio sábado 17h30
Feira do Livro de Leiria
Na Praça Rodrigues Lobo, de 21 de Maio a 1 de Junho
A livraria Arquivo estará presente.
Programação da LIVRARIA ARQUIVO
Apoios: Te-ato, grupo de teatro de Leiria e site Orelhas

quarta-feira, abril 22

Escritor Pepetela na Livraria Arquivo


A Livraria Arquivo tem o prazer de o/a convidar
para a sessão de apresentação do livro

O Planalto e a Estepe
de Pepetela, Prémio Camões (1997)

28 de Abril . terça . 18h30

Angola, dos anos 60 aos nossos dias. A história real de um amor impossível.
Do encontro entre um estudante angolano e uma jovem mongol, nos anos 60, em Moscovo, nasce um amor proibido. Baseada em factos verídicos, ficcionados pelo autor, esta história põe em evidência a vacuidade de discursos ideológicos e palavras de ordem, que se revelam sem relação com a prática.Política internacional, guerra, solidariedade e amor, numa rota que liga um ponto perdido de África a outro da Ásia, passando pela Europa e até por Cuba. Uma viagem no tempo e no espaço, o de uma geração cansada de guerra num mundo cada vez mais pequeno. Maravilhoso e comovente, este é um romance sobre o triunfo do amor, contra todas as vontades e todas as fronteiras.
Pepetela nasceu em Benguela, Angola, em 1941. Licenciou-se em Sociologia, em Argel, durante o exílio. Foi guerrilheiro pelo MPLA, político e governante. Desde 1984 que é professor na Universidade Agostinho Neto, em Luanda, e tem sido dirigente de associações culturais, com destaque para a União dos Escritores Angolanos e a Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde. A atribuição do Prémio Camões (1997) confirmou o seu lugar de destaque na literatura lusófona.

sábado, abril 4

Agostinho da Silva


"Então, o povo português achou que digno de imperar no Espírito Santo
(quer dizer, de ser o Rei, a figura principal do império futuro,
da idade futura do mundo), era a criança.
Com a sua imaginação, a sua alegria, a sua capacidade de perguntar,
todas essas coisas." Agostinho da Silva

sexta-feira, abril 3

Abril na Livraria Arquivo

clique para ampliar
Olá a todos!
Aqui fica agenda de Abril. Neste mês, destacamos o início dos Debates Cívicos Livraria Arquivo/Adlei. O primeiro, já dia 4 de Abril, será sobre Educação e terá como convidado David Justino.
Se se interessa sobre o estado do mundo e a nova esperança colocada na América, e em Obama, visite-nos dia 16 de Abril, para a apresentação do livro "E agora, Obama?", de Carlos Santos.
Para as suas crianças não falte dia 18 de Abril - ficará a conhecer o infeliz Olharapo e ainda o alegre Toninho Pastorinho.

Boa Páscoa e boas leituras!
Livraria Arquivo
Paula Carvalho (contactos abaixo)
......................................

agenda abRiL

debate cívico
Ciclo de Debates Cívicos Adlei / Livraria Arquivo - 1* encontro
tema: Educação: Boas Práticas
Convidado: David Justino
data: 4 de Abril sábado 17h00

apresentação
Apresentação do livro "E agora, Obama?" de Carlos Santos.
Conversa sobre a situação económica e financeira, política internacional,... o estado do Mundo e a "nova esperança Obama"...
data: 16 de Abril quinta -feira 18h30

exposição
Inauguração da exposição de pintura de André Pedro - Série Espaço.
Exposição patente até dia 14 de Maio
data: 17 de Abril quinta-feira 19h00

hora do conto
Animação da história infantil "Olharapo".
Animadora: Liliana Gonçalves.
data: 18 de Abril sábado 16h30

apresentação
Apresentação do livro "Toninho Pastorinho" de Irene Gomes.
data: 18 de Abril sábado 18h30


..............................................
Programação da
LIVRARIA ARQUIVO
com o apoio do Te-ato, grupo de teatro de Leiria
Livraria Arquivo
Av. Combatentes da Grande Guerra, 53, 2400 -123 Leiria Telf. 244 822 225 fax. 244 828 091 email: agenda@arquivolivraria.pt (Paula Carvalho) www.arquivolivraria.pt www.arquivolivraria.blogspot.com
Galeria: Contacto galeria: joaonazario@iol.pt- João Nazário: 919891850 horário : segunda a sábado:10h-20h30 domingos e feriados: 14h30-19h30

sexta-feira, março 27

workshop Escrita Criativa (Poesia)
por Ana Luísa Amaral
4 de Abril
(sábado)

Destina-se a todos os interessados na escrita de poesia, nos seus contextos de produção e nos seus processos.

Objectivos: sensibilizar os participantes para os diversos tipos de escrita literária, para a reflexão sobre as práticas de escrita e para as potencialidades da linguagem, na sua vertente experimental (a exploração dos efeitos de musicalidade, por exemplo) ou de exercitadora de cidadania. Uma reflexão e prática que se deseja poder contribuir para, nesse enriquecimento da reflexão sobre a linguagem criativa, o enriquecimento do mundo.

Ana Luísa Amaral ensina Literatura Inglesa, Literatura Comparada e Estudos Feministas na Faculdade de Letras do Porto, onde se doutorou em Literatura Norte-Americana com uma tese sobre Emily Dickinson. É autora de dez livros de poesia e dois livros infantis. Está representada em inúmeras antologias portuguesas e estrangeiras, onde se encontra traduzida para várias línguas. Editada no Brasil, a sua poesia será brevemente editada também em Itália e na Suécia. Em 2007, venceu o Prémio Literário Casino da Póvoa/Correntes d'Escritas, com o livro A Génese do Amor e, no mesmo ano, foi galardoada em Itália com o Prémio de Poesia Giuseppe Acerbi. Em 2008, com o livro Entre Dois Rios e Outras Noites, obteve o Grande Prémio de Poesia da APE (Associação Portuguesa de Escritores).

Local: Livraria Arquivo
Horário: 10h30 às 13h 14h30 às 18h30
Preço: 75,00€
Data: 4 de Abril
Inscrições até ao dia 31 de Março, limitadas a 15 participantes

FICHA DE INSCRIÇÃO
workshop Escrita Criativa (Poesia)
por Ana Luísa Amaral
4 de Abril (sábado)
Se está interessado em participar, por favor preencha os dados abaixo.
As inscrições poderão ser feitas ao balcão da Livraria Arquivo, por telefone e por e-mail, só sendo consideradas válidas após oficialização do pagamento, que pode ser efectuado também através de transferência bancária, para Nib Livraria Arquivo: 0035 2044 00043076930 03 .
Nome:
Formação Académica:
Profissão:
Morada de Contacto:
Código Postal:
Tel./ Telemóvel*:
Principais interesses:
E-mail*:
Data:

*preenchimento obrigatório.A realização do curso será condicionada a um número mínimo de 12 participantes. Caso não se atinja o numero mínimo desejado o valor da inscrição será devolvido na totalidade.

terça-feira, março 10

Professor Adriano Moreira na Arquivo

clique para ampliar
A propósito do lançamento, que decorreu em Lisboa
"Lisboa, 21 Nov (Lusa) - O Professor catedrático e ex-ministro Adriano Moreira alertou [na sessão de lançamento] que o Estado português ameaça não ter capacidade para responder "aos objectivos para os quais foi criado" e defendeu um novo conceito estratégico nacional.
"Digo isto, há muito tempo, nas minhas aulas. O Estado ameaça não ter capacidades suficientes para responder aos objectivos para os quais foi criado", afirmou Adriano Moreira, dando como exemplo dos obstáculos a actual crise financeira.
Sem querer "falar muito de política", o ex-líder do CDS-PP considerou que "é urgente" estudar um novo conceito estratégico nacional, sustentando que
Portugal pode caminhar para um "Estado exíguo" no contexto europeu e internacional.
Adriano Moreira disse ter assistido "ao fim de um conceito estratégico nacional de séculos" e que "é com angústia" que assiste à indefinição nesse domínio.
Académico, político e jurista, Adriano Moreira, que nasceu em Grijó, Macedo de Cavaleiros, em 1922, reuniu em cerca de 400 páginas as suas memórias, editadas pela Almedina e hoje apresentadas pelo Professor Braga da Cruz, reitor da Universidade Católica, na Sociedade de Geografia, em Lisboa.
"Ninguém escolhe o país onde nasce. Mas decidir ficar é um acto de amor. Eu por mim, decidi ficar", afirmou, perante os aplausos da plateia, onde se encontrava o socialista Almeida Santos.
Adriano Moreira explicou que o título do seu livro "A Espuma do Tempo, Memória do Tempo de Véspera" foi inspirado numa frase que conversou com o Almeida Santos a propósito do livro de memórias do socialista.
O ex-ministro do Ultramar no Governo de António Oliveira Salazar confessou que
depois de décadas, esse encontro de memórias poderia representar também "a pacificação" do povo português apesar das diferenças políticas.
Na apresentação, Braga da Cruz destacou quatro traços que explicam a personalidade de Adriano Moreira ao longo de "A Espuma do Tempo": a sua vivência na terra onde nasceu, em Trás-os-Montes, o "homem ligado à Justiça e ao Direito", o "orgulho de pertencer a um Portugal espalhado pelo mundo" e o seu trabalho enquanto académico.
Destacando a abolição do Estatuto do Indígena e do trabalho obrigatório, e a elaboração de um Código de Trabalho Rural, Braga da Cruz frisou que o que afastava Adriano Moreira do regime de Oliveira Salazar era a constatação da "distância entre o professado e o praticado" pelo regime.
Quando Salazar lhe disse que era preciso mudar de política [Ultramarina], Adriano Moreira respondeu que "era preciso mudar de ministro", disse.
SF. http://tv1.rtp.pt/noticias/?article=67246&visual=3&layout=10

quinta-feira, janeiro 22

Prof. João Lobo Antunes na Arquivo


A Livraria Arquivo tem o prazer de o/a convidar para

À conversa com ... João Lobo Antunes

a propósito do seu mais recente livro

O Eco Silencioso

Apresentação de Helena Carvalhão

24 de Janeiro . sábado . 17h

Reúnem-se neste volume textos que foram escritos, na sua larga maioria, nos últimos três anos. Nem todos se aproximam do modelo de ensaio que segui em livros anteriores, e assim, quer nos temas escolhidos, quer na forma de os tratar, este é um pouco diferente. A razão porque os reuni aqui é fácil de explicar: escrevi-os, porque tive gosto em fazê-lo; publico-os, porque tenho vontade de os partilhar. Seja-me perdoada esta franqueza e, sobretudo, a pretensão de recorrer a uma justificação quase pueril, mas de facto, como dizia E. M. Forster, tudo o que escrevo é, para mim, sentimental.” (in Introdução)

João Lobo Antunes licenciou-se em Medicina na Universidade de Lisboa em 1967. Entre 1971 e 1984 trabalhou em Nova Iorque, na Universidade de Columbia. Em 1984 torna-se Professor Catedrático de Neurocirurgia da Faculdade de Medicina de Lisboa. Presidente do Instituto de Medicina Molecular desde a sua fundação, é ainda autor de numerosos artigos científicos e coordenador de vários livros na área das neurociências.
>Publicou quatro livros de ensaios: Um Modo de Ser (1996), Numa Cidade Feliz (1999), Memória de Nova Iorque (2002) Sobre a Mão e Outros Ensaios (2005).
Em 2006 foi-lhe atribuído o Prémio Pessoa.